Man on the Moon

Man on the Moon ★★★

Miloš Forman: bom diretor; alguns grandes filmes, outros nem tanto; tem uma inclinação meio boba para confundir teatralização com sobrecarga de irreverência nas atuações; os filmes que realizou nos anos 1960 são muito superiores aos que fez depois; gosta de uma verdinha.

Jim Carrey: comediante brilhante; ator engenhoso em todos os sentidos, todas as variantes, todas as inclinações com que pôde trabalhar; um início auspicioso com os primeiros Ace Ventura e Dumb and Dumber e mais tarde uma carreira repleta de altos e baixos (mais baixos do que altos); de certa forma foi os anos 1990; gosta de uma verdinha.

Norm Macdonald: eu nem sei se dá para chamar de humor, ou só de humor, o que esse homem fez, o nome mais apropriado que me ocorre no momento é gênio cristalino mesmo; de muito longe a vanguarda da comédia dos anos 1990 (que, como todos sabem, foi a última grande década de comédia no mundo); não foi os anos 1990, foi algo muito maior que os 90, foi aquilo que os 90 tentaram ser, tiveram que se esforçar muito para chegar a ser nos seus melhores momentos; menos chegado numa verdinha.


Um filme baseado na vida do Andy Kaufman com o Jim Carrey é bom; um filme baseado na vida do Andy Kaufman com o Norm Macdonald teria sido inesquecível. Miloš Forman e Jim Carrey não foram geniais o suficiente para percebê-lo.

Real reconhece real.