• Flee

    Flee

    Bonito, mas esperava mais.

  • Nightmare Alley

    Nightmare Alley

    A síntese do ser humano de não estar satisfeito com nada.

  • Nightmare Alley

    Nightmare Alley

    ★★★★

    Sai o poder da sugestão do filme original, e entra a brutalidade, a violência e a sexualidade de tempos sem censura. O Beco do Pesadelo de Guillermo Del Toro é cruel e sempre caminha para um desfecho forte e nada esperançoso.

    Texto completo: aodisseia.com/o-beco-do-pesadelo-critica/

  • Scream

    Scream

    ★★★★½

    O filme todo é uma homenagem a memória de um dos seus principais criadores, além do roteirista Kevin Willianson voltar como produtor da obra dirigida pela dupla responsável por Casamento Sangrento, Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillett. Fazendo a função de apresentar a saga para uma nova geração, Pânico 5 mistura os atores lendários com a nova geração que provavelmente carregará a franquia adiante.
    Esse soft reboot que ficou tão na moda após Star Wars EP VII: O Despertar da Força…

  • 7 Prisoners

    7 Prisoners

    ★★★½

    O Rodrigo Santoro é o Thanos que consegue persuadir parte da população com o discurso dele.

  • Two

    Two

    ★★½

    A metade inicial é bem boa, mas vai perdendo força quando o mistério é revelado. O final em si é breguíssimo.

  • Don't Look Up

    Don't Look Up

    ★★★★

    Sim, darei o braço a torcer e afirmo que este é o melhor filme do Mckay depois de O Âncora, justamente por não se levar a sério. Se fosse mais curto e não repetisse tantos temas seria perfeito.

  • Turma da Mônica: Lições

    Turma da Mônica: Lições

    ★★★★★

    Primeiro, a força dessa continuação está no maior problema do primeiro filme: o ritmo. Mais emocional, é até irônico que Turma da Mônica Lições seja mais ágil e dinâmico, transitando entre tramas, agora que as crianças estão divididas e precisam se desenvolver como indivíduos, para assim voltar ao grupo.

    Texto completo: aodisseia.com/turma-da-monica-licoes-critica/

  • Silent Night

    Silent Night

    ★★★

    Último logado do ano. Suspense competente, mas que é recheado de personagens sem carisma.

  • I'm Your Man

    I'm Your Man

    ★★★★

    Uma ficção científica com ares de romance, ou um romance com pintadas de sci-fi, O Homem Ideal explora relações éticas e sentimentais trazendo personagens totalmente relacionáveis e empáticos, por mais diferentes que sejam. A diretora Maria Schrader já nos insere desde o início em um ambiente de estranhamento.

    Texto completo: aodisseia.com/o-homem-ideal-critica/

  • Spider-Man: No Way Home

    Spider-Man: No Way Home

    ★★★★½

    Homem Aranha Sem Volta Para Casa segue a mesma estrutura de Vingadores: Ultimato, desde um início empolgante, passando por momentos apoteóticos no meio, e culminando numa batalha final grandiosa. Mas ao mesmo tempo em que parece demais com o filme dos irmãos Russo, é como se ele tivesse o poder de fazer tudo isso de forma melhor.

    Se Ultimato é uma celebração do MCU, o longa de Jon Watts é a celebração do Homem-Aranha no cinema. Audaciosa, a primeira hora…

  • V/H/S/94

    V/H/S/94

    ★★★½

    O primeiro curta Ratman e o segundo do velório são realmente muito bons. A partir do terceiro as coisas começam a desandar e perder um pouco a característica, apesar dos bons efeitos visuais e práticos usadas aqui com mais cuidado e atenção aos detalhes.