Favorite films

Recent activity

All

Recent reviews

More
  • Split Image

    Split Image

    ★★★½

    Qual é a melhor opção? Viver no mundo capitalista, da ganância, competição, sexo fácil e individualismo a todo custo ou entrar para uma seita fechada e extremista, de castração sexual e ideias vazias de amor e desenvolvimento pessoal? Ambas são opressoras e falsas. Talvez "Split Image" seja também um filme sobre a adolescência e esse processo sempre tão complicado de se tornar um adulto, quando somos obrigados, muitas vezes, e ainda sob a égide de nossos pais, a escolher nossos…

  • Le Plaisir

    Le Plaisir

    ★★★★

    Provavelmente, um dos trabalhos de câmera mais incríveis que já vi. E eu pensava que a câmera como voyeur e dançando por fora de casa, enquanto observa, através de diferentes janelas, os personagens dentro de um recinto, era algo exclusivo do Argento em "Tenebre"... Mas, confesso que, ao final, fiquei com a impressão de que o filme, no seu projeto inicial, pretendia ser apenas a segunda história, que é a mais longa e mais fraca das três - como "Um…

Popular reviews

More
  • Dunkirk

    Dunkirk

    ★★

    Eu tinha parado de acompanhar a filmografia do Christopher Nolan com "Batman: O Cavaleiro das Trevas" e já não lembrava mais muito bem por quê. Mas, com "Dunkirk", após insistência de alguns amigos, os poréns vieram à tona novamente: parece que o cara faz trailers gigantes e não exatamente um "filme". É essa insistência tola na montagem paralela, que acaba sofrendo o revés da sua função: minimiza o impacto de quase todas as cenas e deixa o filme inteiro meio…

  • La Bête Humaine

    La Bête Humaine

    ★★★★½

    Filme que termina onde começa: tanto no início quanto no final, há uma sequência longa sem diálogos, filmada do ponto de vista do trem e de quem nele está, nunca de fora. Inevitavelmente comparando à versão filmada por Fritz Lang nos anos 50 (também bela), os personagens possuem maior profundeza psicológica (mesma profundeza que está sempre presente em seus campos e enquadramentos) e são dotados de uma ambiguidade deveras complexa: aquele que ama é capaz de matar com suas próprias…