Abigail ★½

é quase um Petra Costa com Clara Linhart.

abissal a maneira como o filme desacredita na personagem, não chega perto dela, não se comunica. tenta dar conta disso em imagens de arquivo, habitando em imagens limpas e distantes um espaço até então não identificado.

tudo numa clareza, numa lucidez, numa brandura extremamente clean, extremamente discursiva, ressignificante (a narração em off sobre os índios e os brancos), cheio de vontade de mudanças.

e no fim se mantém pelo tema, sem nunca chegar perto, nunca conversar, nunca perguntar pro objeto documental. é um filme sobre sentir nada, aqui não há nem tentativa. ligamos uma câmera, limpamos a imagem, esperamos algo acontecer.