• Delivered

    Delivered

    ★★★½

    nossa, pense num filme que sufoca e angustia em todo momento, é esse! o roteiro é bem encaixadinho e é tão bem feito, ao mesmo tempo, que instiga por quase todo tempo do filme (ao ponto que em alguns momentos dá até calafrios)
    além disso, se dá uma atenção bem interessante pra toda parte técnica e estética do filme, que é muito bem trabalhada

  • A Nasty Piece of Work

    A Nasty Piece of Work

    ★★★

    sirva uma farofa boa e bem elaborada! sei lá, basicamente fui bem surpreendido justamente por não esperar muito, acho que o que mais chama a atenção é trazer uma atmosfera e um roteiro um tanto quanto "inovador"
    a dose de humor sarcástico é o que domina durante todo o tempo e mais nos prende em assistir

  • The Body

    The Body

    ★★★½

    ai, que farofa que serviu bem demais! pra mim ele é um combo de tudo que juntando aos pouquinhos, dá certo
    o roteiro é ótimo e muito bem planejado pra prender a atenção de quem assiste, as mortes são muito bem executadas, além de conter um humor ácido essencial pra tornar ainda mais icônico todo o enredo

    e um off: que serial killer é esse, chega a manteiga derrete

  • I'm Just F*cking with You

    I'm Just F*cking with You

    ★½

    achei interessante o 'terror psicológico' que existe nele, pra mim é a melhor sacada, jogar com as cores neon e as câmeras rodarem muito, que é bem a intenção
    de resto, a história é legalzinha, nada muito fora do óbvio, sem um plot twist surpreendente, mas interessante em toda parte técnica que foi muito bem feita e bem explorada

  • Treehouse

    Treehouse

    ★★

    ele entrete mais ou menos, demora horrores pro desenrolar, mas o plot twist é bem interessante, embora eu ache que essa "passada de pano" pro tema abordado foi um tiro no pé, não há desculpa ou segunda chance pra quem comete esse tipo de coisa, enfim, tá aqui o orgulho das put*nhas ab*rteiras

  • New Year, New You

    New Year, New You

    ★★½

    como ele demora pra desenrolar, socorro! o pior é que o roteiro em si nos atos iniciais não me chamaram a atenção, e embora os momentos de maior climax sejam bem boas, eu tô meio sem entender as reviravoltas
    mas por ele ser com uma duração boa, até entrete bem positivamente, embora seja previsível

  • Pooka Lives!

    Pooka Lives!

    ★★½

    sem dúvida é bem melhor que o primeiro, embora não seja lááá grandes coisas
    pra mim a melhor parte são as sátiras e a relação do casal que é maravilhosa, a sintonia cômica deles é a melhor coisa do filme e eu só conseguia torcer por eles
    o início infelizmente é bem parado, e a história em si é meio confusa (?), até entendi, mas pra mim não fez muito sentido, mesmo que não seja ruim, enfim, é legalzinho

  • Flesh & Blood

    Flesh & Blood

    ★★★½

    eu já tinha assistido esse, mas sinceramente nem lembrava, nem sei como assisti
    mas ele realmente tem uma construção TÃO boa, que é de encher os olhos o misto de sensações que me fizeram sentir, inclusive, se soube perfeitamente como prender o telespectador ao ponto de vidrar em não tirar os olhos, e foi bem isso que acontece
    a atuação da diana tá maravilhosa, deitei demais pra lenda

  • Pilgrim

    Pilgrim

    ★★★½

    ai, como esse filme serve em tensão, incômodo, suspense e até uma pegada de gore, soube me pegar de início ao fim, e realmente fui muito surpreendido com o desenrolar, justamente por eu não ter imaginado o que aconteceria, e foi MUITO inteligente e perspicaz
    bem provável que esse filme tenha uma crítica bem interessante em relação à história dos eua, mas não tenho muito conhecimento sobre essa parte, então fico no achismo
    só achei ele esteticamente meio feio e com uns efeitos de câmera lenta bem grotesco
    esse filme já é tudo só por ter o kerr smith como um daddy gostoso

  • Tentacles

    Tentacles

    ★½

    acho que a única coisa boa desse filme é o plot mesmo, porque de resto, ô preguiça
    ele vai do nada, pro nada, o casal de principais até são agradáveis, mas a dinâmica de roteiro não vai pra lugar nenhum até os 15 minutos finais, sei lá, queria uma coisa mais doentia e sangrenta, e pra isso, faltou muito
    off: particularmente odiei o final

  • They Come Knocking

    They Come Knocking

    ★★★½

    isso que eu chamo de um roteiro simples, mas que sabe muito bem envolver e te deixar tenso durante todo o tempo
    além de ser super interessante de assistir, conta com uma fotografia surpreendentemente agradável e bonita, realmente vale ressaltar justamente pelo gênero nem sempre se importar com essa parte
    ficou meio confuso (?) o motivo daquilo, qual era a ligação da mãe com o que tava acontecendo, e tudo mais, mas de resto, vale à pena!

  • All That We Destroy

    All That We Destroy

    infelizmente nem contando com um cast bem interessante e potente, conseguiu me chamar a atenção
    o roteiro traz umas situações bem atuais e diferentes, mas tudo trazido de uma forma que não cativa, nem entrete, só a intenção foi inteligente, porque a execução pecou
    o final é o único momento que as coisas andam, porque o resto do filme em si, se arrasta muito e quase me deu preguiça