Revista Cine Cafe

Revista Cine Cafe

Vamos falar de cinema?

Edição #01 Blumhouse, de volta para casa: bit.ly/34JGy30

Favorite films

  • Get Out
  • Whiplash
  • Split
  • Cam

Recent activity

All
  • Halloween

  • Cam

  • The Green Inferno

  • Da 5 Bloods

Recent reviews

More
  • Halloween

    Halloween

    "Ditas as informações iniciais, vamos a essa releitura que vincula um misto de respeito ao original Halloween – A Noite do Terror (1978), e remetendo a outros slashers e seus vícios, com uma busca por novos públicos. Principalmente no campo da violência e na renovação dalgumas características dos personagens frente a novos tempos. E nada mais justo que dois dos nomes principais do elenco original voltarem à luta. Jamie Lee Curtis como Laurie e Nick Castle como Michael Myers."

    Crítica completa em: revistacinecafe.com/article/halloween-a-mitificacao-mascarada-de-michael-myers/

  • Cam

    Cam

    "Muito comparado à série sobre tecnologia e moral Black Mirror (2011—), a produção da Blumhouse aborda a temática através da tecnologia: Alice (Madeline Brewer, de The Handmaid’s Tale, 2017) trabalha como camgirl, assumindo o nome de Lola para encantar e seduzir os admiradores anônimos. Uma mulher independente e ambiciosa em um mundo competitivo que vê a vida sair dos trilhos quando sua conta é roubada, pelo que parece, por ela mesma. A duplicata continua a se apresentar contra a sua vontade e, cedo ou tarde, sua vida dupla acaba se tornando conhecimento público."

    Crítica completa em: revistacinecafe.com/article/cam-suspensao-do-eu/

Popular reviews

More
  • The Fever

    The Fever

    "Maya Da-Rin, em diversas entrevistas, afirmou que o processo de construção de sua obra foi muito trabalhoso e custou-lhe muito tempo de pesquisa e imersão cultural. Com experiência documental também imersiva em seu Terras (2009), a realizadora construíra bases sólidas que permitiram-lhe entender a interessante mas ao mesmo tempo massacrante realidade dos centros urbanos que têm como maior vizinho a floresta. Segundo ela, um dos motivos que mais alongou o tempo da produção foi justamente perceber que como não indígena…

  • Outrage

    Outrage

    "Em O Mundo Odeia-Me (1953), Lupino realiza uma espécie de transição. Seus filmes anteriores eram dramas intimistas protagonizados por uma personagem feminina. Aqui, não há personagens femininas e o drama dá espaço a um noir de estrada eletrizante, de apenas setenta minutos de duração. Baseado em casos reais, O Mundo Odeia-Me tem aquelas histórias fáceis de se introjetar no imaginário popular: um serial killer caroneiro. Filmado em locações reais na divisa com o México, o filme é extremamente sombrio durante…