Marcelo Miranda has written 7 reviews for films rated ★½ during 2019.

  • The Two Popes

    The Two Popes

    A conciliação do artifício. Algumas cenas constrangedoras de flashback e de discursinho pró-união do mundo. Muita câmera tremida porque sim.

  • Wounds

    Wounds

    Nunca a expressão "perdido como uma barata tonta" coube tão bem a um filme.

  • Terminator: Dark Fate

    Terminator: Dark Fate

    This review may contain spoilers. I can handle the truth.

    A nova moda do cinemão: reboot de sequência.

    Os elementos da mitologia surgem aqui lançados a esmo, sem muita lógica que não seja a de reunir referências e piscadelas que mais parece coisa de fanfic (ecos de Star Wars 8, será?). Sarah Connor volta badass, mas o filme não permite a ela nenhum sossego, tratamento bem diferente ao do Terminator do Schwarza, que ganha família, casa no campo, sensibilidade e nobreza sacrificial (nem sua vingancinha a Sarah consegue, que coisa…

  • Gemini Man

    Gemini Man

    Uma trava de base do filme está fora dele (mas nem tanto): todo o mistério que conduz a trama até a metade está explícito no cartaz e no trailer. Acaba fazendo pouco sentido que o filme trabalhe o enigma sobre o que está acontecendo quando a gente sabe disso desde o pôster. Marketing? Culpa do "sistema"? Só sei que, nesse caso, atrapalha real a experiência.

    Por outro lado, isso não faz o filme melhor ou pior. O que não me…

  • Rambo: Last Blood

    Rambo: Last Blood

    Rambo mata mais gente do que de fato existe pra matar. Isso nem é problema pro filme, e sim a evidente escassez de recursos pra cenas de ação melhor elaboradas e iluminadas. Na dificuldade de fazer boas sequências de ação, o filme literalmente enterra a sanguinolência. Stallone ainda uma imagem poderosa, mas a força do personagem é totalmente diluída num sub-Logan sem ter muito pra onde ir.

  • Avengers: Endgame

    Avengers: Endgame

    Alguns adjetivos que é pra não dar spoiler: grande, barulhento, um bocado indulgente, complacente e autocongratulatório. Muitas vezes bobo e simplista, empolgante de vez em quando. Desperdício absoluto de alguns personagens-chave deixados forçadamente de fora.

    É um filmão de três horas que serve basicamente pra passar mão na cabeça de quem viu todos os outros nos últimos dez anos. Tipo um "toma aí um docinho pra você que chegou até aqui", pegando as vias mais fáceis e conservadoras e abrindo…

  • Pet Sematary II

    Pet Sematary II

    Está mais pra uma sátira inadvertida do primeiro filme que exatamente uma sequência. Tem boas cenas porque Lambert é boa diretora, mas no geral é numa bagunça e banaliza e pasteuriza os conceitos do romance e da adaptação de 1989 (também da Lambert e um grande filme).