Marcelo has written 9 reviews for films rated .

  • Unhinged

    Unhinged

    Que forçação de barra. Aqueles filmes onde o bandido tem a maior sorte e invulnerabilidade e todos ao redor as piores decisões e azar de sobra. Nada para o maniaco, fora de proporções, tiro no ombro esquerdo, batida de carro do lado dele e sai andando, enquanto polícia não acerta nenhuma, celular acaba bateria da protagonista.. perda de tempo, clichê de sobra, enredo tosco sem sentido e mínimo de sagacidade. Policial FANTASIA, mundo da imaginação com nada a acrescentar. Não assista. Da até raiva pelo tempo perdido.

  • RAGE

    RAGE

    Uma prova de resistência pra ficar acordado. A música de fundo do suspense é uma pianola triste repetitiva, melancólica é que vai baixando os olhos à medida que o filme se arrasta, enrola, enseba até finalmente tentar surpreender com um final espetacular que não acontece. 
    Trama enrolando com personagens secundários, e a lição de moral final que, já que cagou tudo, deixa os outros cagarem em paz. Tem filme australiano muito bom, passa longe dessa avaliação esse daqui. Ruim.

  • Redemption Day

    Redemption Day

    Início do filme já rola um efeito especial de bomba que me ligou um alerta; começa com aquela imagem aberta feita por drone e um fundo sonoro tipo Sicário, clima de deserto e rapaziada tensa, mas fica nisso mesmo. Flashbacks de síndrome de estresse pós traumático, cenas de batalha mal cortadas estilo programa de tv, o roteirista se cansa e copia os mesmos clichês de Rambo, Bradock, bandidos se jogando de peito aberto metralhando a esmo, com uma mira impecável…

  • I Care a Lot

    I Care a Lot

    filme bosta mudando meu conceito de horrível. Perdi minha noite de sábado pra ver bandidagem se dar bem, como se não bastasse a realidade. Da na mesma que acompanhar notícias, impunidade e glamour. Diretor fdp mais um que fumou crack no final da produção. Lixo, eu falaria para o eu do passado não assistir, caso tivesse um Dulorean. Da na mesma que ver a Karol Conka levar o bbb, só vai rolar trevas se dando bem. Mas tem gente que vai gostar. Eric Cartman tava certo mesmo..Azar de quem gostou dessa imundície.

  • Saint Maud

    Saint Maud

    Tô até agora esperando alguma coisa que remeta o filme ao gênero “terror”. Não assusta, nao da tensão nem ansiedade, talvez um pouco de nojo. Relata a ascensão da loucura de uma fanática religiosa, do auto flagelo, assassinato e finalmente a única parte que vale do filme, mas muito rápida, imolação. Sem tempo irmão. Uma bosta.

  • Tenet

    Tenet

    Na boa, fiquei com dor de cabeça e preguiça. Muita pretensão cientifica, emaranhada em conceitos e, na boa, chato pra cacete. Larguei no meio, mas se quiserem assistir, essas duas horas vão direto pro lixo.

  • Bon Voyage

    Bon Voyage

    PUTA QUE PARIU que merda!!! Uma chuva de clichê, meu deus. Quando os protagonistas precisam de sorte, tem azar, Todo filme precisa de gente estupida e decisões erradas, mas esse abusa da porra da sorte. O caso protagonista é uma enciclopédia de erros, filme previsível do início ao fim, uma bomba. Fujam.

  • Coma

    Coma

    Começa bem, se enrola no meio, não consegui chegar no final, levantei antes. Parece que o diretor fumou crack do meio pro final, dando muita firula desnecessária. Prece ser gravado com fundo do app Movie, legal no início enjoativo no desenrolar. Como tá s filmes russos que assisti, se perdem no “super super fantástico” não tendo limite é estragado por excesso. Uma bosta, melhor fazer bola de sabão olhando pro nada.

  • Uncut Gems

    Uncut Gems

    O filme começa chato, permanece chato e, na realidade, não terminei. NENHUM personagem me tocou ou tive no mínimo, empatia. Queria ver todos se dando mal, mas não tive saco, de ver o final. Melhor não ver nada.