• Run Hide Fight

    Run Hide Fight

    ★★★

    Esse aí salvou um sábado sem perspectiva nenhuma de entretenimento. Aborda o terror contemporâneo de massacres escolares efetuados por malucos portando armas e aniquilando alunos e professores. Na linha “mexeram com a pessoa errada, otarios”, diversão pura com sede de justiça.

  • Tenet

    Tenet

    Na boa, fiquei com dor de cabeça e preguiça. Muita pretensão cientifica, emaranhada em conceitos e, na boa, chato pra cacete. Larguei no meio, mas se quiserem assistir, essas duas horas vão direto pro lixo.

  • Bon Voyage

    Bon Voyage

    PUTA QUE PARIU que merda!!! Uma chuva de clichê, meu deus. Quando os protagonistas precisam de sorte, tem azar, Todo filme precisa de gente estupida e decisões erradas, mas esse abusa da porra da sorte. O caso protagonista é uma enciclopédia de erros, filme previsível do início ao fim, uma bomba. Fujam.

  • Midsommar

    Midsommar

    ★★★

    Ainda não sei bem se gostei ou nao, pois a história envolve religião, e meu interesse nessa área è zero absoluto. 
    Mas, tratando-se de um culto pagão, VIKING, e que faz os incautos pagarem por sua estupidez, me surpreendeu.
    No início do filme calma em FESTIVAL e o animal aqui já imaginou uma
    Rave de 5 Dias.
    O filme è bem  feito, bem filmado, fotografia,bons atores e ótima protagonista fazem do filme um misto de terror religioso com cheirar flor e abraçar árvores. Fica esperto.

  • The Evil Within

    The Evil Within

    ★★★

    Filme de terror não pode ter clichê, pra ser bom. Tem que surpreender, senão fica chato e começo a falar merda. Mas esse não cai no lugar comum; é a visão de um serial killer perturbado por uma possessão demoníaca. A forma da possessão, as visões e o contexto que está imerso o protagonista se mostra aterrorizante é original desde o início. Sensação de dejavu sobre a entidade? Já viu ela em algum lugar?
    Faz vc pensar sobre a fronteira entre sonho e realidade..

  • Slumdog Millionaire

    Slumdog Millionaire

    ★★★★

    Está aí um filme que eu tenho laço emocional. Sim, nossas histórias se entrelaçam, em um momento muito parecido: assisti esse filme em 2010, ao participar do programa BBB 10. Assisti lá dentro do programa, com a possibilidade de sair de lá vencedor.
    Não se engane com a cara serena do protagonista: é um tigre, osso duro de roer- o que da mais tempero ao filme. Histórias engraçadas e dando o trilho a cada pergunta valendo dinheiro. Diversão certa, sem erro. 
    Assista tbm o episódio 20 da 14ª temporada de Family Guy, uma paródia sensacional do filme.

  • Stonehearst Asylum

    Stonehearst Asylum

    ★★★★

    Como bons filmes de louquinho, criança am um clima de opressão e violência no tratamento de doenças mentais, retratando a desumanização dos pacientes nas mãos de médicos sadicos. Assim como “O Estranho no Ninho”, a revolução se aproxima, mas com desfecho que não é nada previsível. Ganha mais pontos pelo desfecho, original e inteligente. Legal, pode ir sem trauma.

  • Seven Samurai

    Seven Samurai

    ★★★★★

    Clássico japones/artes marciais, inspirando também o gênero faroeste- Os 7 Magníficos. Como sempre, interpretações  exageradas, culturalmente amarradas na tradição, vergonha, orgulho, sacrifício. O bem contra o mal absolutos, sem dualidade ou dificuldade de juizo. Retrata de forma sincera duelos, a eminência da morte e a técnica sem igual com as espadas. Imperdível para adeptos de lutas em geral, estrategistas, e quem quer apenas diversão. O sangue escorre da tela, prepare o pano de limpeza.

  • Coma

    Coma

    Começa bem, se enrola no meio, não consegui chegar no final, levantei antes. Parece que o diretor fumou crack do meio pro final, dando muita firula desnecessária. Prece ser gravado com fundo do app Movie, legal no início enjoativo no desenrolar. Como tá s filmes russos que assisti, se perdem no “super super fantástico” não tendo limite é estragado por excesso. Uma bosta, melhor fazer bola de sabão olhando pro nada.

  • Jojo Rabbit

    Jojo Rabbit

    ★★★★

    Da linha de filme”sobrevivendo no caos” a trama se desenrola com a visão de uma criança, sobre viver e sobreviver ao 3° reich, auxiliando uma clandestina em sua própria casa. Tenso e divertido, inocente e também sagaz. Entretenimento de qualidade, veja sem medo. Excelente trilha sonora, com sucessos alemães e reinterpretações fantásticas de clássicos.

  • The Rental

    The Rental

    ★★★

    Um filme interessante, tenta fugir do óbvio e dar uma visão diferente de assassino em serie. Mas possui alguns erros de lógica e conta com erros grotescos no filme para a trama dar certo.. Minha mulher não estava, se irritou com atitudes idiotas e largou no meio. Eu terminei, achei interessante. Pra ver de bom humor e dando credito.

  • Taxi Driver

    Taxi Driver

    ★★★★★

    Nao tem como não se envolver na trama de um cidadão simples, revoltado pela não ação das pessoas frente a uma injustiça e motivado presencialmente para um desfecho digamos, heroico. Apesar do ritmo contemporâneo de ação dessa época ser mais lento comprado aos de hoje em dia, prende a atenção sem fantasiar. De Niro influenciando corte de cabelo e atitudes justiceiras por gerações. Assista com sede de vingança.