Luiz has written 7 reviews for films rated ★★★★ during 2019.

  • Midsommar

    Midsommar

    ★★★★

    Versão do diretor. Não vi a do cinema.

  • Jackie Brown

    Jackie Brown

    ★★★★

    Frente a frente encontram-se dois grandes nomes do cinema estadunidense: ela, um ícone do blaxploitation; ele, uma estrela da Nova Hollywood. Nascidos na mesma década, Pam Grier e Robert Forster gozavam de certo prestígio por ocasião da produção de Jackie Brown. Em comum, enfrentavam também relativo esquecimento e, por que não, crises de meia-idade. Grier transitava entre produções menores e papéis televisivos, ao passo que Forster, desvinculado de qualquer empresário ou agente, refugiava-se nos filmes B. Longe de qualquer pretensão…

  • In the Heart of the World

    In the Heart of the World

    ★★★★

    No coração do mundo é onde queriam estar as personagens do filme homônimo. Desse destino as separa um grande evento, guardado para os últimos minutos de projeção. Seus rostos, cada qual voltado para um lado, dissolvem-se no trajeto. Selma (Grace Passô) sonha reencontrar a filha, abandonada ainda bebê. Ana (Kelly Crifer) luta contra a pacata rotina de cobranças de passagens de ônibus e cuidados com o adoecido pai. Marcos (Leo Pyrata), por fim, talvez só deseje retribuir os esforços da dedicada mãe.

    LEIA MAIS

  • The Edge of Democracy

    The Edge of Democracy

    ★★★★

    Vertigem, do latim vertigine: no dicionário, rapidamente se identifica o campo semântico da tontura. Vertigem, ou, em inglês, Vertigo: no cinema, equivale ao título original de Um Corpo que Cai (1958). Democracia em Vertigem, sugere Petra Costa: “como lidar com a vertigem de ser lançado num futuro que parece tão sombrio quanto nosso passado mais obscuro?”, pergunta-se a diretora e narradora. Respostas possíveis talvez se encontrem nessa mesma palavra, apresentada aqui em três diferentes contextos.

    LEIA MAIS

  • By the Grace of God

    By the Grace of God

    ★★★★

    Você quer lutar contra uma pessoa, eu quero lutar contra uma instituição. Um sistema que permite que pessoas cometam crimes por anos e continuem impunes.

    “Graças a Deus”, sussurra um cardeal após a cerimônia de crisma. Pela primeira vez, ouve-se o título do novo filme de François Ozon (“Frantz”). O sentido só se completa, no entanto, quando o mesmo clérigo repete tal expressão. “Graças a Deus, a prescrição venceu”, comemora Philippe Barbarin. Passados muitos anos, o Padre Preynat não mais pagaria por seus crimes: felizmente, na visão de seu superior.

    LEIA MAIS

  • Us

    Us

    ★★★★

    Talvez o que mais me agrade sejam as referências - claríssimas - ao cinema de Michael Haneke.

  • Everybody Knows

    Everybody Knows

    ★★★★

    A mentira e a opressão como sustentáculos da classe média.