Luiz has written 13 reviews for films rated ★½ .

  • The Undoing

    The Undoing

    ★½

    unwatching...

    (wish it were possible)

  • The Room

    The Room

    ★½

    Vivarium - cinema = The Room

  • Maria: Don't Forget I Come From the Tropics

    Maria: Don't Forget I Come From the Tropics

    ★½

    Biografismos e explicações causais

  • Eye for an Eye

    Eye for an Eye

    ★½

    Torture porn. O pior de Paco Plaza.

  • An Eye and a Knife

    An Eye and a Knife

    ★½

    Nem tudo nessa vida é otimismo, meu filho, viu? A gente tem que estar preparado ... para tudo.

    Nos derradeiros minutos, mesmo o mais desatento dos espectadores já estará ciente do que trata “O Olho e a Faca”, tamanha a redundância de seus temas. Em um bar de iluminação anilada, ao som de um gaiteiro, Roberto Araujo (Rodrigo Lombardi) reencontra os seus antigos subordinados da plataforma de petróleo POLVO-A. O azul onírico e o subsequente despertamento não deixam dúvidas: o…

  • Albatroz

    Albatroz

    ★½

    Não dorme. Acorda.

    Como Alex DeLarge, protagonista de de “Laranja Mecânica” (A Clockwork Orange, 1971), Simão se senta acorrentado em uma cadeira. Sobre seus olhos, acavalam-se as mais variadas imagens. No filme de Stanley Kubrick, a violência figurada desestimulava a concreta. Em “Albatroz”, por sua vez, ao clique da câmera corresponde o do gatilho.

    LEIA MAIS

  • Vergel

    Vergel

    ★½

    Todos nos movemos, cada um à sua maneira, ao seu tempo, ao seu ritmo.

    Trajada com um longo vestido vermelho, Ana Clara (Camila Morgado) repousa em um divã. Ao passo que a câmera se aproxima de um close, à vividez de sua roupa opõe-se a desolação de seu semblante. O corpo pesaroso, estendido sobre a mobília, parece integrar-se à arquitetura da cena. Se isso não ocorre, contudo, é graças ao movimento do plano. Durante a abertura de “Vergel” (2017), Kris…

  • Mortal Engines

    Mortal Engines

    ★½

    Como uma sociedade tão avançada pode ser tão burra?

    Na mitologia helênica, uma caixa encerra todos os males do mundo. Não é incidental, logo, o nome de Pandora Shaw, peça-chave na trama de “Máquinas Mortais” (Mortal Engines, 2018). Homônima da mulher grega, a londrina dedica-se a escavações arqueológicas em um mundo pós-apocalíptico. Entre as suas descobertas, um misterioso artefato reforça o paralelo com a Antiguidade Clássica. Diferentemente de sua antepassada, contudo, Shaw não sucumbe à curiosidade. Sabe, afinal, os perigos representados por aquele objeto. A Medusa, uma arma de energia quântica, desperta nela tão somente um ímpeto museológico.

    LEIA MAIS

  • Mile 22

    Mile 22

    ★½

    - Você está cometendo um erro.
    - Eu já cometi muitos antes.

    Por herança da Guerra Fria, personagens russas aparecem, até hoje, como grandes vilões do cinema estadunidense. Em “22 Milhas” (Mile 22, 2018), estreia desta semana, uma bandeira tricolor decora a casa onde se ambienta a sequência inicial. Nela, habitam oficiais da FSB, o Serviço Federal de Segurança do país eslavo – a antiga KGB. Durante a rápida introdução, o embate entre eurasiáticos e americanos resulta em massacre: entre as vítimas, um garoto de 18 anos, baleado a sangue frio por James Silva (Mark Wahlberg).

    LEIA MAIS

  • Loving Pablo

    Loving Pablo

    ★½

    Graças àqueles homens, choveria cocaína nos Estados Unidos.

    Em 2007, a jornalista Virginia Vallejo publicou Amando Pablo, Odiando Escobar (Amando a Pablo, Odiando a Escobar), autobiografia sobre sua relação com o narcotraficante. Dez anos depois, palavras transformaram-se em imagens. Exibido pela primeira vez no último Festival de Veneza, “Escobar – A Traição” (Loving Pablo, 2017) chega esta semana aos cinemas brasileiros.

    No longa-metragem, escrito e dirigido por Fernando León de Aranoa (“Segunda-feira ao Sol”), o casal espanhol Penélope Cruz (“Vicky…

  • Everlasting

    Everlasting

    ★½

    The film school version of The Room.

  • Le Brio

    Le Brio

    ★½

    O bicampeonato mundial conquistado pela seleção francesa no último domingo colocou em pauta uma cara questão ao país europeu. Dentro das quatro linhas, imigrantes e descendentes africanos venceram a Croácia por 4 a 2 e levantaram a taça. Fora dos campos de futebol, porém, a realidade é outra. Diante da recente crise migratória, o governo de Emmanuel Macron endureceu suas políticas e dificultou a vida dos refugiados. Longe de assunto pacífico, portanto, a imigração suscita debates nas mais diversas áreas,…