• Three Paths to the Lake

    Three Paths to the Lake

    ★★★★

    Em certa oportunidade, quando perguntado a respeito de O castelo (Das Schloß, 1997), sua adaptação do livro incompleto de Franz Kafka para a televisão austríaca, Michael Haneke preocupou-se em estabelecer uma clara distinção entre releituras televisivas e cinematográficas. Enquanto estas, segundo ele, reimaginariam com maior liberdade a fonte inspiradora, aquelas, objetivando atrair outros leitores, obrigatoriamente se reportariam ao “original”. Nesse sentido, um primeiro olhar percebe, em Três caminhos para o lago (Drei Wege zum See, 1976) - versão para a…

  • Michael H. – Profession: Director

    Michael H. – Profession: Director

    ★★★★

    Dentre os primeiros documentários sobre Michael Haneke, apenas um tentara abranger a totalidade de sua carreira cinematográfica. A empreitada de Gero e Felix von Boehm encontrou dois obstáculos. O primeiro, mais óbvio, trata das dificuldades de condensar duas décadas em menos de uma hora. Mais forte que essa limitação temporal, na verdade, a própria natureza do projeto afastava o interesse de quem buscava aprofundar-se na obra do realizador austríaco. Malgrado o seu caráter aglutinador, Michael Haneke: Mein Leben (2009) despertava…

  • Battle of the Classes

    Battle of the Classes

    ★★

    La seule chose que j'ai trouvée intéressante, c'est l'idée du cinéma - notamment Truffaut et sa cinéphilie - comme lieu de rencontre.

  • My Life - Michael Haneke

    My Life - Michael Haneke

    ★★½

    Nove anos depois de Yves Montmayeur filmar Haneke nos bastidores de Código desconhecido (Code inconnu, 2000) e quatro após Eva Testor e Nina Kusturica o acompanharem no ínterim entre O tempo do lobo (Le temps du loup, 2003) e Caché (2005), o canal franco-germânico arte encomendou ao conhecido jornalista Gero von Boehm e a seu filho, Felix, o documentário Michael Haneke: Mein Leben (2009), parte de uma série de biografias sobre personalidades alemãs. Se Filming Haneke, curta-metragem de Montmayeur, se…

  • 24 Realities per Second

    24 Realities per Second

    ★★★½

    Tal qual os etnólogos, os documentaristas frequentemente vão “a campo” com uma hipótese a ser corroborada ou refutada durante as filmagens. Eva Testor e Nina Kusturica, ex-alunas da Filmakademie Wien, onde Michael Haneke leciona, propuseram-se a acompanhar o cineasta por um período de dois anos e meio - compreendido entre os longas-metragens O tempo do lobo (Le temps du loup, 2003) e Caché (2005) - para investigar um pressuposto básico: seus filmes contam 24 verdades por segundo - ou, no…

  • Filming Haneke

    Filming Haneke

    ★★★

    A figura de um intelectual austero acompanha a imagem de Michael Haneke. Não só a rigidez de sua aparência - cabelos grisalhos, raros sorrisos e olhar penetrante -, também sua postura pública justifica semelhantes percepções. Pouco afeito a entrevistas, Haneke raramente aceita expressar-se em outro idioma que não o nativo - o alemão - e rejeita sem pudor respostas a perguntas impertinentes - em especial, buscas por explicações causais, mensagens cifradas ou significados ocultos em seus filmes. Nesse sentido, o…

  • Becky

    Becky

    ★★

    If Home Alone were R-rated

  • The Room

    The Room

    ★½

    Vivarium - cinema = The Room

  • Night Moves

    Night Moves

    ★★★★½

    Em vez das grandes demonstrações e do risco inerente ao caráter mimético da violência, iniciativas locais podem aquebrantar o Uno da dominação. Não se trata de produzir imagens perturbadoras - como as projetadas pela diretora visitante - para que se oponham aos choques do cotidiano. Nesse caso, o capital poderia reincorporar sua própria instância opositiva - vide a sequência final.

    Se as personagens não encontram uma identidade, é justamente porque os antigos nomes não estão mais disponíveis - tanto literalmente,…

  • Peeping Tom

    Peeping Tom

    ★★★★

    Five years later Wyler would deal with the same subjects in a much more subtle way.

  • Badiou

    Badiou

    ★★★½

    Duas tendências ameaçam a captura cinematográfica de figuras da intelectualidade. De um lado, remissões biográficas esvaziam o pensamento quando o limitam a uma série de relações causais. De outro, abordagens didáticas conjugam conceitos audíveis e ilustrações visíveis em uma anulação mútua. Cientes desses riscos, Gorav e Rohan Kalyan investigam, em Badiou, as condições sob as quais se torna habitável esse nome próprio, um dos mais importantes da filosofia contemporânea.

    Antes mesmo de qualquer imagem, Alain Badiou teoriza o acontecimento (événement),…

  • Scoob!

    Scoob!

    ★★

    Malditos Vingadores