Slender Man

Slender Man

Quanto mais medo ele cria, mais fascinados ficamos.

Na primeira sequência de “Slender Man – Pesadelo Sem Rosto” (Slender Man, 2018), um grupo de amigas assiste a um vídeo. Enquanto graciosos gatinhos brincam na tela do celular, as meninas discutem a fofura das cenas. O comentário de uma delas, no entanto, rompe quaisquer expectativas. Em vez de uma estética macia e felpuda, Katie prefere ver os animais explodindo. A inesperada fala introduz uma sombria personagem, peça-chave no desenrolar do longa-metragem. A partir de sua intervenção, as imagens virais perdem sua inofensividade. No lugar do domínio do “fofo”, as garotas e os espectadores adentram, assim, o do horror. E desse mundo, Slender Man é seu mais alto representante.

LEIA MAIS

Luiz liked these reviews

All