Legalize it!

Legalize it! ★★★½

Isso aqui é a década da pobreza cultural.

Entre uma tragada e outra no cigarro de maconha, duas personagens conversam. Jovens músicos, eles tentam formar uma banda. Para gravarem uma demo, percebem, precisam de verba. Se querem dinheiro, por sua vez, têm que organizar um show. Antes de conquistarem público pago, contudo, necessitam reconhecimento. Para isso, por fim, é indispensável uma demo. O pensamento cíclico, por eles atribuído aos efeitos da erva, sintetiza, na verdade, a lógica da indústria fonográfica. Em face de um mercado fechado, “descidas à boquinha da garrafa” e “cuidados com a cabeça do pimpolho” abafam os gritos de “Legalize Já”.

LEIA MAIS

Luiz liked these reviews