A Perfect World ★★★★½

Um dos grandes filmes já feitos sobre pais e filhos e as diversas maneiras como esse tipo de relação se manifesta. Além disso, é um grande êxito porque entende que humanizar personagens vai além de forjar carisma ou encontrar formas de justificar seus erros, mas sim de retratá-los tanto em suas virtudes quanto em seus defeitos, fugindo de qualquer dicotomia fajuta de bem x mal: são personagens que erram, acertam e até erram para corrigir/evitar erros dos outros. E, ironicamente, os únicos coadjuvantes unidimensionais acabam sendo punidos de alguma forma.

Pedro liked these reviews