gesser

Os quatro favoritos são os filmes que mais gostei de ver no mês anterior, priorizando filmes vistos pela primeira vez

Favorite films

Recent activity

All

Recent reviews

More
  • Jojo Rabbit

    Jojo Rabbit

    ½

    "Liberal anti-fascism" at its worst.

    The problem here is not approaching nazism through satire (many have done it brilliantly before) or even how uninspired its comedy is (from a purely joke structuring perspective, this is easily Waititis worst written film), but just how toothless and naive it is.

    "Fascists are actually just really dumb" has been a staple of mainstream progressive comedy for a while (just look at how comedians usually approach Bolsonaro or Trump), and in most cases it…

  • Certain Women

    Certain Women

    ★★★★

    Loneliness on the american frontier.

    Reichardt hability to find poetry trough harsh landscapes (be them wide wintery vistas or cramped diners with really ugly furniture) is amazing, reinforced by a very tactile 16mm cinematography. That grainy nightime horseback ride is one of the most beautiful scenes I've seen in a while.

    But the big star here is Reichardt's sense of rhythm and attention to detail when building her characters. While the great third vignette could be easily milked for more sentimentality, it is made even more heartbreaking for how still and austere it is (just like its central character)

Popular reviews

More
  • Parasite

    Parasite

    ★★★★½

    Maior sucesso comercial da carreira de Bong John-Ho, "Parasita" destila as obsessões formais e temáticas do diretor em um produto sofisticado e de apelo popular visível: estão ali o uso da arquitetura como portadora de signos de classe, o gosto pela comédia física, a construção do suspense rumo a uma inevitável explosão de violência...

    Se "Parasita" é um sucesso de bilheteria maior até mesmo que os blockbusters americanos do diretor, isso talvez se deva em parte justamente às famosas mudanças…

  • The Irishman

    The Irishman

    ★★★★½

    É, claro, inevitável ler "The Irishman" como uma espécie de filme-testamento: Scorsese volta ao gênero ao qual sempre foi mais associado, trabalhando com os atores que marcaram os pontos altos de sua carreira, em um filme que é uma longa meditação sobre envelhecer, sobre morrer, sobre o fim de um determinado tipo de cinema.

    Scorsese também intensifica dois elementos sempre presentes em sua abordagem do filme de máfia: esse é ao mesmo tempo um filme do gangsterismo proletário, dos matadores…