Minari

Minari ★★★★

O "sonho americano" versus a verdadeira igualdade

No banco traseiro de um automóvel, um garoto de traços orientais olha para frente, onde seu pai dirige ladeado pela mãe, que lê um livro em inglês. O carro segue um caminhão de mudanças, este também gravado por palavras anglófonas, enquanto as janelas deixam entrever a esverdeada paisagem do Arkansas. A ambientação bucólica, reforçada por uma trilha musical quase etérea, subitamente se transfigura em uma atmosfera sombria, diminuindo bruscamente o intervalo entre uma nota e outra. Minari, subtitulado no Brasil como Em busca de felicidade, introduz, desde a sua sequência de abertura, os recorrentes temas da imigração e da inevitabilidade do destino.

Leia a crítica de Luiz Baez

Críticos.com.br liked this review