Love Me Forever or Never ★★★★

Tão texto mas tão texto mas ao mesmo tempo se esbalda tanto de anos 80 assumindo claramente sua virada mais individualista, yuppie, pop, o fim das utopias que faz o fetiche de nouvelle vague virar puro maneirismo. É tipo como se fizessem um videoclipe pra uma peça de teatro ao invés de um hit musical. É Fernanda Torres maior atriz do mundo. É tipo Rui e Vani goes artsy. E esse diretor que só sua figura talvez já representa bem o fim das utopias. Olha o polvo!!!