• You Only Live Once

    You Only Live Once

    ★★★★½

    Maybe anywhere is our home

  • My Mexican Bretzel

    My Mexican Bretzel

    ★★★★½

    "Pela primeira vez eu prefiro a liberdade do vazio do que a escravidão da memória."

    Lampejos de beleza e de assombração.
    Imagens documentais que mentem conforme o texto - que também inclui doses farsantes - passa legendando-as, contradizendo-as. Mas, entre a angústia e a prisão da memória, as imagens ainda assim parecem buscar naturalmente por uma liberdade poética primordial do registro. E encontram nas entrelinhas, nos detalhes; no reflexo dos passarinhos na areia molhada e no surfista que tem sua…

  • Gloria

    Gloria

    ★★★★½

    "bye little insect!"

    o encontro emergindo em uma Nova Iorque de formiguinhas.

  • Toute une nuit

    Toute une nuit

    ★★★★½

    metabolismo da noite

  • The Captive

    The Captive

    ★★★★★

    Descrença nas imagens. Cinema sob a visão masculina que caça e persegue; imaginação feminina florescendo desajustadamente na casa dos homens (que é na realidade casa de avó, e nada os pertence verdadeiramente).

    Compreender o que o cinema pode aprisionar, suas estruturas e o que está por trás e à frente disso. O que se mostra sendo intrínseco ao que se esconde.

    Não há quadro que liberte Adriene. Nos momentos em que ela fecha os olhos (única forma de guardar e…

  • April Story

    April Story

    ★★★

    antes que os dias se tornem rotina.

  • Fake Blond

    Fake Blond

    ★★★★★

    "Minha querida, se a lenda é mais forte que a realidade, espalha-se a lenda"

    No fim das contas, sou um contratado avulso, como a senhora

  • Bigger Than Life

    Bigger Than Life

    ★★★★★

    When I came down into the hospital lobby and saw you and Richie again, I felt 10 feet tall.

    A soberania da instituição familiar no filme é peça fundamental e determinante para sua própria destruição.
    Cada vez que a insanidade do personagem atinge um novo patamar, ela agride drasticamente aquele arco da família até ali tão bem consolidado, desequilibrando-o (cada personagem do núcleo tende a exercer uma função que o estrutura, o formaliza).
    É a petrificação daquele contexto familiar - tão poderoso até que se encontre abalado - que potencializa os surtos psicóticos daquele pai, nutrindo sua transformação em sombras distorcidas de 3 metros de altura.

  • The Lyre of Delight

    The Lyre of Delight

    ★★★★★

    eu te conheeeeço...

  • Yourself and Yours

    Yourself and Yours

    ★★★★½

    - Há coisas que nunca saberemos. Não tente entender tudo. Fiquemos com as imagens [que comeremos melancia].

  • Through the Olive Trees

    Through the Olive Trees

    ★★★★★

    O cinema é a escola dos nossos filhos, a casa que a gente quer ter, a mulher que a gente quer casar, o dinheiro que a gente quer ganhar. No fim Ela sai fugida, mas criam-se forças para enfrentar as respostas, tristezas, promessas, obviedades ou frustrações, seja lá o que isso for.

  • Good Morning

    Good Morning

    ★★★★★

    i love you!