Favorite films

  • The Godfather
  • 2001: A Space Odyssey
  • Stalker
  • The Warriors

Recent activity

All
  • At Midnight I'll Take Your Soul

    ★★★★

  • O Viajante

    ★★★★★

  • Vai!

    ★★★★★

  • Secret Beyond the Door

    ★★★★½

Recent reviews

More
  • The Seventh Victim

    The Seventh Victim

    Os dois filmes de Mark Robson que vi recentemente - esse e Isle of Dead - me deram uma impressão negativa do seu cinema. Esses dois filmes se destacam pela irregularidade; há escolhas narrativas que agradam - principalmente as cenas lúgubres-, mas são cenas que preenchem uma narrativa muito focada na verbalização.
    Neste filme específico, ele consegue criar o clima de tensão, suspense e curiosidade, mas ao buscar a manutenção desses sentimentos - através da investigação contínua e da inserção de novos personagens -, com pouco estímulo visual e com muito estímulo oral, a obra vai perdendo sua força.

  • The Wolf Man

    The Wolf Man

    ★★★½

    Talbot é o resultado do conflito entre o racional e o místico. O racional (ou material), interpretado pelo pai; e o místico, pela cigana. Apesar de ter uma construção visual meio clichê - o dia para o racional, e a noite para o místico -, a cena mais interessante é quando há uma mudança nessa ordem: o pai, um ser da claridade, amarra o filho numa cadeira para provar que está certo, enquanto a sombra tapa uma parte do seu rosto, como se a escuridão - o místico - prenunciasse a tomada de sua consciência.

Popular reviews

More
  • Killed the Family and Went to the Movies

    Killed the Family and Went to the Movies

    ★★★★★

    Bressane e a morte das relações tradicionais; a morte das idealizações.
    O eterno ciclo da juventude, que de tudo suspeita, tudo questiona; a revolução dos costumes.
    No fim, os tiros saem pela culatra.
    "Como nossos pais", disse Elis.
    "Como nossos pais", eu digo.

  • Vivre Sa Vie

    Vivre Sa Vie

    Meu segundo Godard, e pela segunda vez eu luto para me manter acordado em um filme seu.
    Uma coisa que me afasta do cinema francês são esses personagens fumantes compulsivos com ar de pseudo intelectual. A nouvelle vague queria se afastar da estetica hollywoodiana, mas criou uma ainda mais insuportavel - não incluo todos aqui, é claro, até porque, gosto de alguns filmes e diretores deste periodo.
    Enfim, não tenho nada para dizer sobre este filme, ja que o mesmo me perdeu ainda nos primeiros minutos.
    Espero um dia encontrar um filme do Godard que me agrade...